resgate cármico - enfermidades

resgate cármico - enfermidades

 Terapeuta: Malu Mafer

 

Existem cada vez mais enfermidades de gente idosa em corpos jovens.

Este é um facto mais do que provado.

Se até há cerca de cem anos atrás, a procriação era feita sobretudo por pessoas no apogeu da sua juventude, maioritáriamente saudáveis, não é menos verdade que os casais começaram a preocupar-se com a descendência cada vez mais tarde.

Não importam as causas, mas vamos aos factos.

Ninguém porá em dúvida que, maioritáriamente, um espermatozóide e um óvulo de indivíduos com 20 anos conterão, necessáriamente, genes mais saudáveis do que os mesmos uriundos de pessoas com mais de 35 anos.

Então, se se transmitirem genes velhos de forma sucessiva, é mais do que provável que os nossos jovens tenham, de cada vez mais, um corpo velho… sendo de cada vez mais jovens.

Aparecerão portanto em jovens de cada vez mais tenra idade, doenças que antes só apareciam em idades avançadas.

Esta forma de envelhecimento precoce aliada a formas alimentares desajustadas, contacto ou proximidade com ambientes menos saudáveis, provocam doenças várias… que caracterizam ou são caracterizadas pelo desgaste normal (?) ou natural do nosso envelope carnal pela usura do tempo ou agressões de vária ordem.

Para além disso teremos de nos preocupar e considerar outro tipo de doenças ou enfermidades.

As Cármicas.

Se nada do que foi apontado em cima justifica a existência de determinada doença num jovem, quiçá num adulto, então teremos de pensar em algo que não se vê, algo que não é detectado pela medicina nem pelos métodos tradicionais de despiste ou auxiliares de diagnóstico, usuais.

Do mesmo modo que arrastamos conhecimentos de outras vidas no intuito de prosseguirmos o avanço cultural, social, tecnológico, científico de forma mais aligeirada, também não é menos verdade que arrastamos doenças ou enfermidades que nos terão causado mal-estar, más condições de vida e até a morte e que apostamos, comprometemos-nos a reavê-las no intuito de encontrarmos ou possibilitarmos encontrar a cura, numa vida seguinte.

Daí a existência de Terapias com Resgate Cármico.

Classificar determinada enfermidade em Cármica, fazer o necessário despiste, encontrar a raiz da doença, receber indicações de cura total ou parcial… é função do Terapeuta Holístico.

 Isto para dizer que:

  • Se os vários exames auxiliares de diagnóstico não são suficientes para a identificação definitiva de uma qualquer enfermidade...
  • Se após os mais variados exames auxiliares de diagnóstico o médico não sabe o que lhe fazer, então poderá tratar-se de algo que ele não está autorizado a ver.
  • Se uma qualquer enfermidade não é resposta ao desgaste natural do seu envelope físico...
  • Se não consegue definir no tempo uma qualquer fobia, medo ou trauma...
  • Porque não tirar dúvidas?

- Se acredita na sua vontade férrea de vencer a enfermidade, tem uma fé e convicções inabaláveis, então... só precisa de quem lhe proporcione os meios para vencer.

Poderá tratar-se de algo com raízes Cármicas ou Espirituais, passando a ser do nosso foro, da nossa responsabilidade, o despiste e eventual cura parcial ou total de toda e qualquer enfermidade para as quais a medicina tradicional não encontra solução.

Nem tudo tem cura provável, mas...

Tenhamos em conta que algumas dessas enfermidades podem ter sido arrastadas de vidas anteriores.

As enfermidades cármicas, aparentemente doenças ou deficiências "ditas" normais, podem tomar vários aspectos entre as físicas, mentais/emocionais, nervosas, vícios vários... 

 As enfermidades de origem cármica ou espiritual podem ser diagnosticadas em qualquer idade.

Na dúvida consultem um especialista em Terapia Holística Cármica.